Apresentação

Realizada pela primeira vez no ano de 2005, a Jornada de Estudos Históricos do Programa de Pós-Graduação em História Social da UFRJ (PPGHIS) tem por finalidade favorecer o debate das pesquisas em desenvolvimento dos mestrandos e doutorandos do Programa. Sua característica singular é a coordenação das discussões por leitores críticos, convidados entre professores de outros programas de pós-graduação em História, que, previamente analisam as apresentações dos participantes de cada mesa de trabalho.

A partir de sua terceira edição, realizada no ano de 2007, a Jornada assumiu novas características. Contando com uma participação mais efetiva dos alunos do PPGHIS na organização, a III Jornada teve por objetivos principais a ampliação da visibilidade do evento e uma maior integração entre os estudantes de história da UFRJ. Em face dessas metas, a divulgação da Jornada foi realizada de modo a atrair o interesse de um público externo à UFRJ, mas, principalmente, para aproximar os alunos do curso de graduação em História da nossa universidade das pesquisas realizadas pelos pós-graduandos do PPGHIS. Além disso, visando o enriquecimento dos debates, os trabalhos dos participantes foram distribuídos previamente entre todos os membros de cada mesa.

Os Anais da III Jornada de Estudos Históricos, ora publicados no lançamento de Ars Historica, Revista Discente do Programa de Pós-Graduação em História Social, refletem o resultado desse esforço. Reunindo trinta e nove das comunicações apresentadas, atestam que caminhamos em direção da realização dos nossos objetivos. Estamos cientes, porém, de que ainda há muito o que fazer e que apenas demos o passo inicial. É hora, agora, de persistir.

Comissão Organizadora da III Jornada de Estudos Históricos do PPGHIS

Maria Aparecida Rezende Mota (Professora-coordenadora)
André de Lemos Freixo
Cláudio Beserra de Vasconcelos
Cristina Monteiro de Andrada Luna
Daniel Pimenta Oliveira de Carvalho
Felipe Esteves Lima Maciel
Ivan Norberto dos Santos
Marcelo Santos de Abreu
Rachel Motta Cardoso
Rachel Saint Williams
Rodrigo Cardoso Soares de Araújo

___________________________________________________________________________________________

Comunicações

Título: A influência das reformas urbanas parisienses no Rio de Janeiro dos anos 20

Autor: Adriana de Oliveira Tourinho

Resumo: O presente trabalho pretende discutir as influências das reformas urbanas parisienses (1853-1870) de Haussmann no Rio de janeiro na década de 1920. O estudo se concentra especificamente no processo de destruição do Morro do Castelo e analisa o impacto do modelo francês não apenas nas reformas cariocas, como nas discussões existentes em torno da destruição do morro e seus monumentos. Havia neste momento uma grande preocupação em inserir o país no padrão internacional de modernidade, onde a organização do espaço urbano da capital tinha grande destaque. Sendo o Morro do Castelo chamado por muitos de berço da cidade, já que foi o primeiro local de grande concentração urbana no Rio de Janeiro, a inserção de seu arrasamento nos projetos de remodelação da cidade levantou questões, já antes discutidas na França, sobre a legitimidade de destruir prédios históricos no processo de modernização do espaço urbano.

Palavras chave: Urbanização. Morro do Castelo. Modernidade.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Os dois lados da moeda: a censura de imprensa entre a repressão e a legitimação

Autor: Adrianna Cristina Lopes Setemy

Resumo: Neste trabalho pretendemos entender a dinâmica das relações entre as “pessoas comuns” e o regime militar, conhecer o universo mental dessas pessoas, buscar nos seus sistemas de representações o que havia de comum entre os seus modos de pensar, e assim trazer à tona os mecanismos essenciais que comandavam a conduta dessas pessoas em relação ao Estado.

Para download da versão completa clique aqui.

___________________________________________________________________________________________

Título: Fusão de poderes e legitimidades: elite política e administração no Rio Grande de São Pedro durante o processo de emancipação brasileira e criação do Estado nacional (1808-1831)

Autor: Adriano Comissoli

Resumo: Prosopografia da administração do Rio Grande de São Pedro que analisa a atuação da elite política da região. A pesquisa identifica os oficiais administrativos, suas redes de poder e as relações sociais que estruturam as mesmas. O contexto histórico é o delicado momento político que envolve a transferência da família real portuguesa e desencadeia os processos de emancipação do Brasil e de formação do Estado nacional. Busco perceber neste panorama as escolhas e valores elencados por membros da elite, desenvolvendo um modelo para a mesma que siga mais a dinâmica social das relações do que características pré-fixadas, uma elite configurada por um comportamento mais do que por uma posição social. Alguns estudos de caso mostram a fusão entre o exercício de cargos administrativos e as redes de poder baseadas em laços pessoais como formadora da elite política sul rio-grandense.

Palavras-chave: elite. Estado nacional. rede social.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Experiências e Projetos dos Trabalhadores Católicos da JOC e ACO

Autor: Alejandra Estevez

Resumo: O presente trabalho analisa as experiências vividas pelos militantes da Juventude Operária Católica (JOC) e da Ação Católica Operária (ACO) no período compreendido entre os anos de 1940 e 1980. É interessante notar, portanto, o surgimento de novas concepções de ordem moral, política e cultural experimentadas por ambos os movimentos ao longo dessas décadas. Se de um lado podemos perceber o respeito à hierarquia católica e suas determinações, por outro nos é revelado todo um universo de questionamentos morais, atuação junto a outros movimentos de correntes ideológicas diversas e reflexões no campo político, voltada para uma intervenção prática de transformação da sociedade. A metodologia utilizada compreende a análise de documentos produzidos pelas equipes nacionais da JOC e ACO juntamente com a utilização da metodologia da História Oral.

Palavras-chave: Igreja Católica. Trabalhadores. Ação Católica.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: O sistema de crédito nas escrituras públicas de Salvador, c. 1750 – c. 1800: notas de pesquisa

Autor: Alexandre Vieira Ribeiro

Resumo: A proposta dessa comunicação é apontar os padrões do sistema de crédito na sociedade de Salvador entre os anos de 1750 e 1800. Para tanto, utilizaremos as escrituras públicas de empréstimos referentes aos três ofícios que existiam neste período na cidade, cuja documentação encontra-se arquivada no Arquivo Público do Estado da Bahia. Buscaremos apontar os mecanismo para obtenção de crédito e os principais agentes envolvidos, credores e mutuários, tanto as instituições como indivíduos, bem como as atividades às quais estavam vinculados. Cabe ressaltar, que nossa amostragem compreende apenas os empréstimos de moeda sonante, não abarcando, portanto, outros mecanismos de empréstimos tão comuns numa sociedade pré-industrial.

Palavras-chave: sistema de crédito. economia colonial. Salvador.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Tecendo memórias. Gustavo Barroso e as escritas de si

Autor: Aline Montenegro Magalhães

Resumo: No desejo de se imortalizar pela lembrança, Gustavo Barroso (1888-1959) produziu suas memórias, utilizando diferentes suportes de escrita autobiográfica. O objetivo do presente trabalho é apresentar uma reflexão sobre essa escrita de si produzida pelo intelectual cearense, cuja formulação mais conhecida consiste nos três volumes de memórias que relatam a infância e a juventude do intelectual. Assim, pretende-se analisar que identidade Gustavo Barroso buscou construir para si e que imagem desejou legar para a posteridade, não apenas escrevendo para o grande público, mas também colecionando recortes de jornais sobre a sua trajetória pública e inserindo, entre estudos museológicos publicados nos Anais do Museu Histórico Nacional (publicação oficial da instituição que dirigiu por 35 anos), notícias de suas iniciativas individuais que deveriam ser enaltecidas.

Palavras-chave: Barroso, Gustavo (1888-1959). Memórias.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A grande imprensa e a articulação da frente golpista no Chile de Allende: El Mercurio como “partido” da burguesia chilena

Autor: Ana Lima Kallás

Resumo: Nosso objetivo é apresentar o jornal El Mercurio, buscando analisar o papel desempenhado por este veículo de imprensa durante o governo de Salvador Allende. Entendendo-o como uma espécie de “partido” da burguesia chilena no sentido gramsciano do termo, tentaremos evidenciar a sua atuação na conformação da frente heterogênea de oposição ao governo da Unidade Popular, buscando por meio de seu estilo “informativo” e “objetivo” agregar setores que até o final de 1972 ainda não tinham se declarado publicamente contrários à implantação do projeto da “via chilena ao socialismo”, como a Igreja Católica e as Forças Armadas.

Palavras-Chaves: Chile. imprensa. golpe.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Tempos e épocas: dias e meses de casar entre escravos e forros
(Barbacena, século XVIII)

Autor: Ana Paula dos Santos Rangel

Resumo: A influência da Igreja Católica incidia sobre as sociedades colonial e imperial até no que diz respeito à organização do tempo. Mesmo a escolha da data do casamento poderia ser limitada pelo calendário litúrgico. Através de registros paroquiais de casamento de escravos e libertos do termo de Barbacena, Comarca do Rio das Mortes, Minas Gerais, definimos a freqüência dos matrimônios de acordo com os meses e dias da semana (neste último caso com o auxílio de um calendário perpétuo). Neste trabalho buscaremos relacionar os resultados deste levantamento com os ciclos anuais determinados pelos ritos católicos, apontando para a influência da Igreja, bem como com os mecanismos de reiteração da hierarquia social na Colônia, por intermédio da observação das diferenças entre o comportamento de escravos, forros e livres.

Palavras-chave: casamento escravo. Igreja. Minas Gerais.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Fantasmas de qual geração? A questão do anti-semitismo no Rio de Janeiro da década de 1940 à luz de um estudo de caso

Autor: André de Lemos Freixo

Resumo: O problema do anti-semitismo no Brasil tem sido tema de inúmeros estudos na área das humanidades desde inícios da década de 1980. A Era Vargas é com freqüência retratada por estes estudos como o período em que tal anti-semitismo tomou forma oficial no Brasil através das políticas de Estado de Getúlio Vargas. O intuito deste trabalho é apontar o quanto estas análises podem ser limitadas quando se trata de examinar as relações da comunidade judaica carioca e o Estado brasileiro em sua complexidade e pluralidade somente pelo prisma do anti-semitismo. Trata-se, pois, de analisar a conjuntura da década de 1940 a partir da instalação de alguns centros e núcleos de discussão de militantes da causa sionista e socialista na então Capital Federal. As questões que animam, portanto, este trabalho são: em que medida pode-se afirmar que o anti-semitismo no Brasil foi determinante na escolha pelo sionismo como forma de atuação política de jovens judeus do Rio de Janeiro ao fundar núcleos de difusão e movimentos juvenis de caráter sionista e socialista na década de 1940?

Palavras-chave: Anti-semitismo. Historiografia. Memória.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Millôr n’O Pasquim: a cidade em cena

Autor: Andréa Cristina de Barros Queiroz

Resumo: As crônicas millorianas expuseram uma identidade urbana carioca. Assim, essas narrativas de Millôr Fernandes construíram uma memória da cidade, ou melhor, uma identidade do Rio de Janeiro enquanto metonímia do Brasil. Henry Rousso destacou que a memória coletiva é uma reconstrução psíquica e intelectual que acarreta de fato uma representação seletiva do passado, o qual não é apenas do indivíduo, mas de um indivíduo inserido num contexto familiar, social, nacional. Como salientou Margarida Neves, “cronistas, por um lado, apresentam cotidianamente o particular relevo desta ‘cidade capital’ e, por outro, reiteram um deslizamento discursivo expressivo da capitalidade do Rio de Janeiro, já que, em seus textos, muitas vezes Brasil e Rio de Janeiro são termos intercambiáveis”. Seja como for, a crônica tem como especificidades as recriações da língua e da estética visual, a síntese da realidade cotidiana, a interlocução com o público, a intromissão na vida privada e nas relações de poder, o contato com a rua, entre outras intersecções. Portanto, as crônicas de Millôr se intrometem nas questões cotidianas, no comportamento da cidade e de seus personagens, nas relações políticas, nas redes de sociabilidade.

Palavras-chave: crônica. cidade. imprensa alternativa.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________Título:

Título: Campesinato Negro no Pós-Abolição: O Registro Civil de Nascimentos de crianças no Município de Iguassú (1888-1940)

Autor: Carlos Eduardo C. da Costa

Resumo: O objetivo deste artigo é o de acompanhar a formação das famílias de ex-escravos e de seus descendentes no Município de Iguassú no período do pós-abolição, entre os anos de 1888 a 1940.  Para tanto serão utilizados os dados obtidos a partir da pesquisa realizada no registro civil de nascimentos encontrado no cartório de Nova Iguaçu.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Alforria e Moeda entre os Escravos Urbanos do Rio De Janeiro, 1840-1871

Autor: Carlos Eduardo Valencia Villa

Resumo: Este artículo muestra la participación de los esclavos urbanos en la circulación monetaria en la ciudad de Río de Janeiro entre el siglo XIX. La hipótesis que defiende es que el acceso a la moneda fue una de las variables que influenció el ciclo expansión-contracción-expansión de la manumisión esclava en el período entre 1840 y 1871. Para demostrar tal idea, las evidencias que se usan son 17.650 cartas de libertad y las estadísticas monetarias del período.

Palavras-chave: Alforria. moeda. Rio de Janeiro.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: “Um provável futuro desajustado”: As punições aos oficiais subalternos e às praças militares Após o golpe de 1964

Autor: Cláudio Beserra de Vasconcelos

Resumo: Após o golpe de 1964 foi iniciado um processo repressivo de eliminação dos focos oposicionistas que pudessem representar núcleos de contestação ao regime. Dentre eles, as próprias Forças Armadas. Ao focar a análise sobre os militares que tiveram alguma ligação com os confrontos ocorridos entre as diversas facções existentes no interior das Forças Armadas brasileiras desde 1945 até 1964, a historiografia sobre o regime militar tende a não enfatizar a magnitude com que a repressão atingiu os oficiais subalternos e as praças. Além disso, não leva em consideração que parte da política repressiva tinha por objetivo evitar o surgimento de novos conflitos entre militares. Visando suprir estas lacunas, analiso a natureza da política repressiva aplicada a oficiais subalternos e praças militares após o golpe de 1964, de modo a salientar o caráter preventivo das políticas punitivas adotadas pelo regime.

Palavras-chave: ditadura militar. repressão política. e militares cassados.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Pela vinda da missão militar alemã ao Brasil

Autor: Cristina Monteiro de Andrada Luna

Resumo: A comunicação a ser apresentada encontra-se inserida na minha pesquisa de doutorado, que visa analisar a importância dos “jovens turcos” no processo de desenvolvimento do Exército e, conseqüentemente, da nação, durante o período da República Velha. Dessa forma, pretendemos abordar o papel dos “jovens turcos” na disputa pela implementação de uma missão militar estrangeira de instrução junto ao Exército. Sabemos que, em 1919, o Brasil optou por uma missão militar francesa e os motivos normalmente fornecidos para tal escolha baseiam-se na derrota da Alemanha, na I Guerra, e na maior afinidade cultural do Brasil com a França. Contudo, refutamos essa explicação, pois o Brasil, desde o início do século, dialogava com as potências industriais que disputavam a inserção nos exércitos da América Latina, não apenas com o intuito de vender armas e consolidar eventuais alianças militares estratégicas, mas, também, com o objetivo de conquistar posições privilegiadas na disputa por mercados. O estágio dos oficiais brasileiros no exército germânico, portanto, consistiu em um dos desdobramentos dessa disputa, pois fez dos “jovens turcos” os principais difusores dos interesses da indústria alemã, já que o grupo defendeu com veemência a superioridade do modelo de guerra e do material bélico alemão, no Brasil.

Palavras-chave: “jovens turcos”. Exército. modernização.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A morte de Tancredo Neves e a construção de uma identidade nacional

Autor: Douglas Attila Marcelino

Resumo: O presente artigo trata da morte de Tancredo Neves como um momento importante de construção de uma certa concepção de identidade nacional. Utilizando como fonte o programa jornalístico de televisão “O martírio do Dr. Tancredo”, veiculado pela Rede Globo de Televisão no dia da morte de Tancredo Neves, a pesquisa procura refletir sobre a construção de um discurso que associava o mencionado personagem com aquilo que supostamente caracterizaria o “povo brasileiro”. Tal identificação de Tancredo Neves com elementos que comporiam uma suposta “brasilidade” pode ser percebida em aspectos como o “sofrimento”, a “cordialidade” e a “conciliabilidade”, tidos como elementos definidores de uma identidade nacional.

Palavras-chave: Identidade nacional. memória política. Tancredo Neves.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Ilha-presídio:a instituição e os presos de Fernando de Noronha (1854-1882)

Autor: Erica Elizabete da Silva

Resumo: Este texto pretende analisar o papel do presídio de Fernando de Noronha durante os últimos anos do Império Brasileiro. Além disso, discute o campo teórico e historiográfico no qual se pode inserir uma história das prisões no Brasil.

Palavras-chave: Império Brasileiro. prisão. Fernando de Noronha.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: João Carlos Bona Garcia: memórias de um exilado brasileiro no Chile de Allende

Autor: Evelise Zimmer Neves

Resumo: Análise da memória de um militante da esquerda armada brasileira sobre a experiência chilena, sobre a tentativa de criação de um regime socialista, por via pacífica e nos marcos do estado de direito; a memória do militante de um projeto de insurreição armada sobre a tentativa de construção de uma sociedade socialista pelas vias e em moldes até há pouco desprezados por esse segmento das esquerdas: o voto, a organização de massas, o respeito aos preceitos legais e constitucionais vigentes; a memória da derrota da experiência chilena; a crítica e o permanente fascínio da via armada. Analisar os silêncios e a revelações de Bona Garcia, sob a perspectiva de que a memória é campo de batalhas e disputas políticas e sociais e fundamento da identidade humana é o mote desse trabalho.

Palavras-chave: luta armada.  autocrítica.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Impressões do “Barroco”: a Revista do IPHAN (1937-1978)

Autor: Felipe Esteves Lima Maciel

Resumo: Este trabalho contempla a produção editorial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e mais especificamente a Revista do IPHAN, tendo por objetivo a investigação de concepções do “barroco” presentes em suas páginas. Para isso, foram selecionados alguns artigos entre os números publicados de 1937-1978. A opção pela Revista foi operada na medida em que se trata de uma produção impressa voltada para os estudiosos do patrimônio cultural que desempenha papel fundamental na constituição e desenvolvimento desse tema no Brasil. Os artigos, nesse sentido, expõem conceitos, noções e modelos que corroboram práticas institucionais ou propõem novas diretrizes para as práticas de preservação e tombamento. O interesse dessa pesquisa é observar em que termos se desenvolvem as formulações acerca do “barroco” e em que medida esse conceito permanece ou se transforma ao longo do tempo nas páginas da Revista, relacionando-o com as concepções acerca da nação brasileira que o patrimônio traz em si.

Palavras-chave: Revista do IPHAN. barroco. nação.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Nelson Rodrigues leitor de Gilberto Freyre: o projeto teatral rodriguiano em aliança com a sociologia freyreana

Autor: Henrique Buarque de Gusmão

Resumo: Proponho uma leitura da obra teatral de Nelson Rodrigues tendo em vista algumas questões que estão em jogo no campo teatral da segunda metade do século XX, o posicionamento de Nelson diante delas e o projeto teatral que ele explicita em seus textos. Dentro de um campo teatral marcado por intensas lutas sociais e políticas, Nelson Rodrigues produz suas peças tendo em vista uma função purificadora e redentora do teatro. Esta aposta em um sentido e valor para o teatro se dá a partir de algumas alianças, como, por exemplo, com a sociologia de Gilberto Freyre. Leitor e profundo admirador de Gilberto Freyre, Nelson Rodrigues apropria-se, dentro de seu projeto teatral, de diversos elementos desta sociologia, como os excessos de violência física, sexual e sensual (marcas da hybris), assim como a entrada de padrões de civilização importados impostos pela marca da violência da repressão.

Palavras-chave: Nelson Rodrigues. Gilberto Freyre. teatro.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Memória e historiografia: representações de Capistrano de Abreu na obra de José Honório Rodrigues (1939-1977)

Autor: Ítala Byanca Morais da Silva

Resumo: Falecido em 1927, Capistrano de Abreu, assim como muitos dos intelectuais que lhe foram contemporâneos, foi objeto de práticas deliberadas de construção da memória, sendo a criação da Sociedade Capistrano de Abreu (1927-1969) a materialização das aspirações dos “discípulos”, amigos e pares de Capistrano de Abreu em torná-lo uma personagem memorável para a história da inteligência brasileira. Esta instituição passou por vários momentos representativos da produção historiográfica nacional, e em seus últimos anos de atividade foi dirigida pelo historiador José Honório Rodrigues. Dessa forma, esta comunicação tem o objetivo de discutir as representações construídas sobre Capistrano de Abreu por José Honório Rodrigues, quando este era o representante oficial do culto institucional à memória de Capistrano.

Palavras-chave: Capistrano de Abreu. José Honório Rodrigues. historiografia.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________Título:

Título: Passagens entre “amadorismo” e “profissionalismo” na historiografia de Rocha Pombo

Autor: Ivan Norberto dos Santos

Resumo: Este trabalho tem por objetivo analisar alguns elementos de dois dos livros de História escritos pelo historiador paranaense José Francisco da Rocha Pombo, discutindo as diferenças mais relevantes nas concepções acerca da História e das práticas historiográficas expressas através do texto de ambas as obras. Entre “O Paraná no Centenário”, de 1900, primeiro esforço historiográfico do autor, e o volume inicial, de um total de dez, da sua “História do Brasil”, publicado em 1905, sensíveis transformações podem ser identificadas na escrita de Rocha Pombo. Nossa pesquisa opera com a hipótese de que tais mudanças conteriam as marcas das lutas de representação – na acepção que apresenta desse conceito o historiador francês Roger Chartier – que moviam a intelectualidade brasileira no debate em torno da História durante a Primeira República, mais precisamente, nos primeiros anos do século XX.

Palavras-chave: História do Brasil. Primeira República. Historiografia.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Os recursos dos réus: o protesto por novo julgamento. A experiência do Júri de Niterói

Autor: João Luiz Ribeiro

Resumo: Uma das coisas que distinguia o Tribunal do Júri no Brasil Imperial de seus similares estrangeiros (inglês, norte-americanos, francês), era o grande número de recursos proporcionado aos réus, conforme as disposições do Código do Processo Criminal de 1832. Apelação, Protesto por novo júri, Revista. O protesto por novo júri, particularmente, foi alvo de duras e permanentes críticas, tanto nos relatórios ministeriais da década de 30 dos oitocentos, como durante os debates parlamentares que culminaram na Reforma do Código do Processo, em 1842: era um incentivo à impunidade, pois o segundo júri, em local distinto do primeiro, tenderia a absolver ou reduzir as penas do primeiro julgamento. Com a Reforma de 1842, restringiu-se bastante sua possibilidade: apenas os condenados à morte ou a galés perpétuas poderiam utilizar-se de tal recurso. A presente comunicação, após resumir os referidos debates, faz um balanço da experiência do Júri de Niterói, encarregado de julgar os processos oriundos da Corte, dos réus que protestaram por novo julgamento entre 1835 e 1842.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: As estratégias de dominação dos espaços políticos na Bahia durante a ditadura (1966-1983)

Autor: José Alves Dias

Resumo: A correlação de forças entre o lomantismo, o juracisismo e o vianismo, as principais correntes da política baiana em 1966, se modificou radicalmente com a imposição do bipartidarismo e a formação do diretório regional da ARENA na Bahia. Por tratar-se de importantes espaços de decisão, o controle do partido e do legislativo estadual tornou fundamental para garantir a hegemonia política no estado. Em meio a essas transformações, o carlismo surgiu como uma nova corrente hegemônica que submeteu, absorveu ou hostilizou os grupos concorrentes. As estratégias de controle e dominação utilizadas para a manutenção do poder nos espaços de decisão marcam as diferenças, explicam a diversidade e abrem caminho para o debate. Por isso, pretende-se analisar esse episódio focando, principalmente, as estratégias de ação dos atores envolvidos.

Palavras-chave: Bahia. Elites. Ditadura.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A crucificação encenada

Autor: Lainister de Oliveira Esteves

Resumo: A obra literária de Henry Miller se situa entre as mais polêmicas do século XX. O estigma de autor maldito e obsceno resultou em deixar no esquecimento uma enorme diversidade de questões que seus textos tocam e manipulam. Neste artigo buscaremos compreender como em seus romances o escritor evoca sentidos de sofrimento e redenção ao dramatizar o processo pessoal que o levaria a se tornar um artista. Desta forma os romances de Henry Miller, enquanto ficções autobiográficas, comporiam uma espécie de mito onde o trágico e o burlesco se misturam. Nesse sentido entendemos que a literatura de Miller guardaria uma espécie postura messiânica de fundo religioso em termos amplos onde a obscenidade teria uma função libertadora.

Palavras–chave: obsceno. trágico. Henry Miller.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A Revolução em busca do seu Delegado: a trajetória do primeiro interventor militar do município de Duque de Caxias (1971-1975)

Autor: Manoel Henrique de Sousa Cantalejo

Resumo: O artigo analisa a posse do primeiro interventor militar nomeado para o município de Duque de Caxias no ano de 1971, já que desde o ano de 1968, esse município foi enquadrado como Área de Interesse da Segurança Nacional, perdendo a faculdade de escolher o prefeito através do voto direto. Nesse texto observo, de forma preliminar, as relações desenvolvidas pelo primeiro interventor militar o General Carlos Marciano de Medeiros com os membros da política local, tanto aqueles que faziam parte do Partido da Revolução (Arena) quanto àqueles que participavam da oposição (MDB), partindo de uma lógica clientelista. Assim, busco estabelecer os possíveis nexos das relações entre esse interventor e os grupos políticos locais, tomando por base, os jornais locais publicados, nesse período, como forma de observar ou não a aproximação desses grupos com o interventor e de que forma se sucedeu essa relação política.

Palavras-chave: Ditadura Militar. Duque de Caxias. clientelismo.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A Revolução Constitucionalista de 1932: memorialismo, historiografia, produção do silêncio

Autor: Marcelo Santos de Abreu

Resumo: O trabalho integra a pesquisa em curso sobre as comemorações da Revolução Constitucionalista em São Paulo (1932-1997). Nas memórias dos constitucionalistas, muitos acontecimentos são silenciados em favor da representação do movimento como expressão da unidade regional na luta pela democracia.. A partir dos anos de 1960, a historiografia sobre a década de 1930 parece silenciar a importância do acontecimento e desconsidera boa parte da literatura produzida desde 1932. O objetivo do trabalho é compreender o lugar de produção do memorialismo e da historiografia, revelando os silêncios que as duas formas de escrita do passado realizam quando consideram os eventos políticos de 1932 e seus desdobramentos no tempo.

Palavras-chave: Revolução de 1932. Memorialismo. Historiografia.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Italo Calvino e a construção de passados invisíveis

Autor: Márcio Romão Brantuas Barcia

Resumo: Retomando discussões iniciadas por Paul Veyne, Michel de Certeau, Roland Barthes, Hayden White e outros, este trabalho se insere no polêmico território de confluência entre História e Literatura. Temos como fio condutor de nossas reflexões o livro As Cidades Invisíveis, escrito por Italo Calvino. Ao fazer isso, tencionamos utilizar a Literatura como ferramenta teórica para se pensar a escrita da História. Em As Cidades Invisíveis a relação que se desenvolve entre Marco Polo e Kublai Khan nos permite refletir sobre o ofício do historiador. O modo como Polo narra suas viagens ao imperador demonstra como um tipo de passado específico é produzido através da linguagem e da memória do viajante. De que forma as lacunas do passado são preenchidas pelo discurso de Polo? Como se desenvolve a crença no discurso de Polo? Como as ausências se fazem presentes? Estas são algumas das muitas indagações que podemos fazer a partir do texto de Italo Calvino. Consideramos que teorizar a História através de um texto literário é um caminho possível de ser seguido. É nessa direção que desejamos desenvolver este trabalho, pois o encontro da História com a Literatura tende a enriquecer estes dois tipos de narrativas, que não precisam ser pensadas sempre em oposição, ou como formas de conhecimento que se anulam.

Palavras-chave: História. Literatura. narrativa.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Os espaços das prisões no Rio de Janeiro do século XIX

Autor: Marilene Antunes Sant´Anna

Resumo: Os espaços das prisões modernas são quase que exclusivamente tratados, nas publicações das áreas de Direito e das Ciências Sociais, como lugares por excelência, de exercício do poder da polícia, da justiça e do Estado, a fim de se manter o controle de determinados indivíduos e de maneira geral da ordem política e social dos lugares. Todavia, os discursos produzidos por magistrados, diretores de prisões, médicos e políticos no Brasil durante o século XIX remetem a novos significados e conflitos que ocorreram no interior do nosso sistema penitenciário. Questões como a necessidade do trabalho para os prisioneiros, a regeneração dos criminosos, a mistura entre escravos e homens livres, as explicações científicas para o estudo do crime, dentre outras, foram colocadas como forma de organizar tais espaços prisionais e chamar a atenção da opinião pública para um tipo de punição que a partir da segunda metade do século XIX seria amplamente utilizada e questionada no Brasil.

Palavras-chave: prisões. crime. justiça.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Serviços, honra, prestígio e … fracasso: a herança imaterial dos governadores-gerais do Brasil e vice-reis da Índia, no século XVII

Autor: Marilia Nogueira dos Santos

Resumo: Honra e poder: dois elementos inseparáveis em se tratando da sociedade européia do Antigo Regime. Em Portugal não era diferente. No entanto, a sociedade portuguesa da Época Moderna guarda traços que as diferenciam das demais. Traços esses que ficam mais perceptíveis quando se trata da nobreza. Pode-se dizer que a principal característica da nobreza portuguesa está assentada no binômio recrutamento/remuneração. Dito isso, a reflexão proposta analisará, à luz dessas questões (recrutamento, remuneração, honra e privilégio), as trajetórias administrativas de três homens que partiram de Lisboa a serviço do rei numa longa viagem rumo ao ultramar português, com o intuito de iniciar uma estratégia de ascensão na rígida hierarquia social. Procurará também perceber como esses indivíduos lançaram mão de variados recursos de modo a atingir seus objetivos.  Passemos então a essa história.

Palavras-chave: governadores-gerais. serviços. mercês.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Entre História e Religião Católica: algumas considerações sobre as experiências da historiografia católica no Brasil após o Concilio Vaticano II

Autor: Massimo Bonato

Resumo: O objetivo central deste ensaio é apresentar os traços principais que caracterizam a historiografia católica pós–Vaticano II, no Brasil, analisando os postulados de obras que incluem um conjunto de estudos, tanto do ponto de vista cronológico quanto no que diz respeito ao seu conteúdo, e que foram produzidas tanto em âmbito confessional, quanto nos meios acadêmicos. O escopo do trabalho é perceber os limites e as possibilidades de investigação presentes no campo desta linha historiográfica. Interessa-nos entender como obras de diferentes autores, produzidas em momentos distintos, contribuíram para a abertura de novos espaços de pesquisa dentro desta linha de investigação científica. Para tanto, acreditamos que se torna necessário fazer menção a alguns acontecimentos intra e extra eclesiais que favoreceram mudanças significativas no cenário da pesquisa historiográfica católica brasileira.

Palavras-chave: Historiografia católica. Historiografia confessional. ConcílioVaticano II.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Johan Huizinga e a História da Cultura: a dimensão ética e estética da História

Autor: Naiara dos Santos Damas Ribeiro

Resumo: O historiador holandês Johan Huizinga (1872-1945) ficou conhecido no meio acadêmico por sustentar um deliberado distanciamento em relação aos paradigmas historiográficos de seu tempo. Desde o início de sua carreira, como professor na Universidade de Groningen em 1905, ficou claro que sua forma de conceber o conhecimento histórico estava em visível descompasso com o pensamento histórico então em voga, sobretudo, no que se referia a uma tendência de aproximação mais acentuada da História com as Ciências Sociais e com a Psicologia. Neste texto pretendemos discutir esse distanciamento crítico de Huizinga em relação à historiografia de seu tempo e mostrar como, para Johan Huizinga, a chave para a compreensão histórica estava, não na descoberta de leis históricas e categorias, mas estreitamente vinculada a uma apreensão ética e estética do passado.

Palavras-chave: Johan Huizinga. Historiografia. História da Cultura.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Sociedade, imagem e biografia na litografia de Sebastião Sisson

Autor: Paulo Roberto de Jesus Menezes

Resumo: A biografia foi um gênero de escrita importante no Brasil do século XIX. Tendo como fonte de inspiração a história magistra vitae, difundida pelo IHGB, a Galeria dos Brasileiros Ilustres de Sebastião Sisson destacou-se por ter apresentado novidades em sua confecção: a associação até então pouco explorada em obras biográficas de imagens e texto. Isto ocorreu no bojo daquilo que Stephen Bann denominou de “cultura visual do ocidente”. O principal objetivo deste artigo é analisar a introdução da imagem na escrita biográfica do oitocentos, especificamente a obra do litógrafo Sebastião Sisson e a sua difusão na sociedade.

Palavras-chave: Biografia. Imagem. Litografia.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Depois, o golpe: as eleições de 1962 no Clube Militar

Autor: Rachel Motta Cardoso

Resumo: O presente trabalho está em fase de elaboração final e está sendo orientado pelo professor Renato Lemos. Tratando da questão das eleições de 1962 no Clube Militar à luz do conceito de “partidos militares”, a mestranda procurou traçar um perfil fraudulento deste pleito. Para que isso fosse possível, traçou-se um perfil de ambas as chapas e tivemos como base o acervo do líder da chapa derrotada, o General Peri Bevilaqua. O que é importante ressaltar em nossa pesquisa é o caráter metodológico e a aplicação do conceito elaborado por Alain Rouquié e Antonio Carlos Peixoto para o estudo e entendimento de correntes militares no seio das Forças Armadas e como essas se relacionam com a vida política nacional. Assim, procuramos ressaltar os aspectos característicos das correntes, assim como suas estratégias de ação no campo civil.

Palavras-chave: Clube Militar. partidos militares. Forças Armadas.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Pragmatismo Político na obra de D. Francisco de Quevedo y Villegas

Autor: Rachel Saint Williams

Resumo: O presente trabalho tem por finalidade expor os principais temas e características presentes no discurso político ibérico seiscentista, principalmente a partir da obra do fidalgo castelhano D. Francisco de Quevedo y Villegas (1580- 1645), concedendo atenção especial a mais extensa e elaborada obra de cunho político dentro do corpus quevediano: Política de Dios, Gobierno de Cristo. Buscaremos mapear as principais doutrinas presentes nos argumentos utilizados por Francisco de Quevedo para pensar a Monarquia Castelhana e os mecanismos de funcionamento do Estado Moderno.

Palavras Chave: Francisco de Quevedo y Villegas. Razão de Estado. Teoria Política.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: A família Reis e a dívida de 17$500: notas sobre a busca por honra e prestígio social & a relação senhor-escravo no Rio de Janeiro (c.1800-c.1850)

Autor: Rodrigo de Aguiar Amaral

Resumo: A presente comunicação procura, através de um estudo de caso, discutir a relação senhor-escravo dando uma lupa às formigas. A metáfora micro-histórica é aqui relembrada, pois buscamos compreender a ação social e a relação entre as pessoas, a partir da especificidade de cada caso. Assim, conhecer a vida de senhores e cativos, reconstruir seus passos e estratégias torna-se ferramenta metodológica fundamental. Camilo Caetano dos Reis devia 17$500 procedidos de compra de carvão e farinha por volta de 1815. O cobrador “sabia” que a dívida seria paga, pois o falecido patriarca era pessoa de muita “honra e verdade”. Qual era o impacto da busca incessante da família Reis por honra e prestígio na relação com seus escravos? Responder essa questão e problematizá-la é o objetivo deste estudo.

Palavras-chave: escravidão. relações sociais. relação senhor-escravo.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Entre o legal e o usual: legislação na Ilha de Santa Catarina no século XIX

Autor: Susana Cesco

Resumo: O Brasil, enquanto colônia de Portugal foi regido por leis, decretos, alvarás e ordenações elaborados no reino e aqui aplicados. Foi ainda nesse período que uma legislação voltada para a questão florestal começou a ser formulada. O cunho dessas leis e decretos não era, certamente, preservacionista; o interesse era econômico e o objetivo do controle na extração de algumas espécies vegetais e animais era a manutenção das mesmas para exploração futura. É quando Don João VI assume o trono português que a preocupação com os recursos naturais do Brasil adquire contornos mais bem definidos, especialmente através de alguns decretos e leis sobre território e recursos naturais do Brasil. É em torno da legislação referente a esses temas que este texto pretende fazer uma analise do legal e do usual na Ilha de Santa Catarina em fins do século XVIII e inicio do XIX.

Palavras-chave: florestas. terras. legislação.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Em busca da hermenêutica moderna no Portugal pombalino. O caso da história e de seu estudo

Autor: Taíse Tatiana Quadros da Silva

Resumo: Os temas da ilustração pombalina e da modernização em Portugal são abordados pela referência ao debate sobre hermenêutica, modernidade e tradição estabelecido por três importantes autores: Hans Ulrich Gumbrecht, Hans – Georg Gadamer e Michel Foucault. A reflexão teórica de crítica à hermenêutica de Gumbrecht é reavalida pela valorização da mesma por Gadamer sendo que este último tem sua obra Verdade e Método conjugada a outra do mesmo modo importante: As Palavras e as Coisas de Michel Foucault. A transformação do horizonte interpretativo é a chave a partir da qual avaliamos a modernização da historiografia em Portugal já anunciada na obra O Verdadeiro Método de Estudar de Luís Antônio Verney (1713-1792), publicada em 1746.

Palavras-Chave: hermenêutica. modernidade. Portugal.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: “Solidários na dignidade do trabalho”: uma análise das Campanhas da Fraternidade sobre a questão social (1964/ 1999)

Autor: Vanessa de Vasconcelos Zeca

Resumo: Este trabalho faz parte da pesquisa referente ao curso de mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Tem como principal objetivo compreender a inserção da Igreja Católica brasileira no campo social, a partir de um instrumento ainda pouco estudado: as Campanhas da Fraternidade. Estas são instrumentos utilizados pela CNBB para tratar de assuntos que estejam em voga na sociedade em um determinado momento; portanto, refletem as diretrizes dessa instituição em seus textos. Minha principal hipótese é demonstrar como esse discurso caminha numa tensão entre a tradição e o moderno, entre o místico e o laico, e termina por adaptar os tópicos de seu discurso doutrinário, às realidades em constante mutação, sem modificar a sua essência. Esta essência remete à Rerum Novarum, de 1891, que foi a primeira encíclica a falar abertamente dos problemas do mundo do trabalho. No caso brasileiro, a hierarquia utiliza as Campanhas para a divulgação dessas diretrizes, que são permanentes, adaptando-as aos novos tempos e aos novos acontecimentos.

Palavras-chave: Campanhas da Fraternidade. Igreja Católica. Questão social.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________

Título: Os filmes nacionais e a censura cinematográfica na década de 1970

Autor: William de Souza Nunes Martins

Resumo: Os anos que correspondem ao regime militar brasileiro foram um período no qual diversas medidas estatais vieram de encontro aos interesses de grupos artísticos, notadamente os que eram ligados ao campo cinematográfico. Naquele momento, agencias governamentais foram criadas com o intuito de alavancar a produção cinematográfica, a de mais notoriedade foi a Embrafilme. Nesse mesmo momento, aumentava a censura às produções artísticas feitas pela Divisão de Censura e Diversões Públicas. A DCDP pretendia com sua atuação orientar as obras para um tipo de produção que respondesse aos anseios do governo. Todas as formas de diversão pública deveriam ser examinadas pela DCDP. O objetivo da comunicação é analisar as diferentes formas de censura que sofriam as películas cinematográficas nacionais. Os produtores passavam por um processo longo e penoso dentro da DCDP para conseguirem a liberação dos filmes.

Palavras-chave: Censura. Embrafilme. Ditadura Militar.

Para download da versão completa clique aqui.

____________________________________________________________________________________________